Foto Galeria

JA slide show

Autenticação



Noticias
Projeto Campo Seguro – Reunião com agentes do sector PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

campo  seguro 0002No seguimento da aprovação em Assembleia municipal da proposta para a implementação, no concelho do Cartaxo, do projeto Campo Seguro, o PSD Cartaxo promoveu uma reunião, no passado dia 11 de Maio, com agricultores, associações de agricultores/produtores, e prestadores de serviços.

A reunião teve lugar nas instalações da Adega do Cartaxo. Estiveram presentes Jorge Antunes e Joaquim Moreira (Adega do Cartaxo), o Eng.º Marco Dias e António Cuco (Provape), o Eng.º Luís Hilário (Tomataza), José Manuel Gaga Nunes (Hortofrutícolas Campelos), José João Pinheiro Barata e João Mascarenhas (Associação de Produtores do Campo de Valada), Eng.ª Marisa Vieira (Viticartaxo), Rui Vieira Dias e Luís Vieira Dias (Agrotécnica).

Representando o PSD do Cartaxo esteve presente o presidente da Comissão Política concelhia, José Augusto de Jesus, o vereador Vasco Cunha e os representantes do PSD na Assembleia Municipal José Barroso e Pedro Barata.

Na reunião foi apresentada aos agentes do sector, a proposta do PSD Cartaxo aprovada em Assembleia Municipal. Todos saudaram a iniciativa e manifestaram concordância para a implementação, no concelho do Cartaxo, do projeto Campo Seguro – uma medida que reduzirá os furtos que todos estes agentes reconheceram existir, sendo causadores de enormes prejuízos.

Foi também consensualizado que esta implementação deverá passar, numa primeira fase, pela colocação de sinalética interditando os caminhos de campo constantes da proposta, no período das 19H00 às 07H00, bem assim como o desenvolvimento de ações de formação e difusão de práticas de segurança e prevenção.

Da reunião surgiu a proposta da constituição de um grupo de trabalho que reúna os agentes do sector por forma a que estes consigam acompanhar e contribuir com as suas sugestões para a implementação do projeto.

Conforme foi referido por muitos dos intervenientes, é desejável considerar outras medidas após a implementação da primeira fase, como seja o uso de videovigilância, cancelas, arranjos dos caminhos, entre outras sugestões que foram sendo afloradas. Estas medidas poderão ser concretizadas, a curto/médio prazo, com a constituição de um organismo suficientemente representativo dos produtores, associações e outros agentes diretamente envolvidos neste sector, que possibilite o recurso a fundos comunitários para o efeito.

Todos os intervenientes sublinharam a importância deste projeto poder ser articulado com os concelhos de Azambuja e Santarém, para que os caminhos identificados sejam objecto desta implementação em toda a sua extensão.

No final, a Adega do Cartaxo, que gentilmente disponibilizou as suas instalações para acolher esta reunião, ofereceu aos participantes um refrescante “Plexus”.

O PSD Cartaxo agradece o empenho de todos e reitera a sua determinação na implementação do projeto Campo Seguro, no concelho do Cartaxo, o qual, avaliando os bons resultados de outros concelhos onde o projeto já foi implementado, será certamente bem sucedido.

A Comissão Política do PSD Cartaxo

(Para ver as fotos da reunião, clique na imagem acima)

 
Proposta do PSD Cartaxo: CAMPO SEGURO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
 
PSD Cartaxo organizou conferência/debate "Cartaxo e PT 2020 – Perspetivas e desafios" PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

PT 2020 CTX programa VERSAO FINAL

O PSD Cartaxo organizou, no passado sábado, dia 11 de Abril, no Centro Cultural do Cartaxo, a conferência/debate “Cartaxo e Portugal 2020 – Perspetivas e desafios”.

A sala foi pequena para o público presente, algumas pessoas tiveram que assistir em pé às intervenções, mas a excelência dos oradores convidados bem o merecia!

Os trabalhos iniciaram-se com a intervenção de José Augusto de Jesus, presidente da Comissão Política do PSD Cartaxo que começou por agradecer a disponibilidade dos convidados/oradores, que se lhe seguiram com as suas intervenções: Marcelo Rebelo de Sousa; Carlos Silva (secretário-geral da UGT); António Costa da Silva (vogal executivo do POR Alentejo 2020); e José Manuel Fernandes (eurodeputado, responsável pelo Plano Juncker e pelo Orçamento da UE.

José Augusto de Jesus, referiu a mudança de paradigma no PT 2020, sublinhando como prioridades: as empresas, a sua internacionalização, bem como a criação de emprego. Lembrando que Portugal cresceu o ano passado acima da média europeia, sendo conhecidos indicadores macroeconómicos muito positivos, disse que o novo quadro comunitário de apoio deve ter uma gestão mais exigente, para que o crescimento seja incrementado.

O presidente da Comissão Política do PSD Cartaxo, que contava na plateia com a presença do presidente de Câmara, Pedro Ribeiro, disse ser absolutamente essencial que aquela disponibilize os seus serviços, criando um gabinete de apoio às empresas que pretendem aceder aos fundos do PT 2020.
 
Lembrando que “o Cartaxo é um dos concelhos mais endividados do pais, obrigado a um resgate”, referindo que “este novo quadro comunitário de apoio já não privilegia as autarquias”, o presidente da Comissão Política do PSD Cartaxo, disse estar preocupado. “O município, fruto das más opções políticas seguidas, não fez o que devia quando teve oportunidades de financiamento no passado”, dando como exemplo um parque industrial que não existe. E, do que fez, o exemplo do centro do Cartaxo, que apelidou de “atentado”, é também demonstrativo de más opções políticas. E por isto tudo disse “o Cartaxo precisa de investir, de criar emprego e qualidade de vida, e há soluções com este novo quadro comunitário de apoio. Mas será que a situação económica e financeira deste município permite-lhe ambicionar concorrer aos fundos? Poderá o município do Cartaxo pagar a contrapartida nacional?”

Em seguida, o Professor Marcelo Rebelo de Sousa fez a sua intervenção, destacando-se o alerta: “2020 é já depois de amanhã”, pretendendo com isto demonstrar que é importante agarrar de imediato as oportunidades que o PT 2020 dispõe.

Referindo-se ao Cartaxo, o professor disse que tendo em conta as circunstâncias que conheceu por via da intervenção do presidente da Comissão Política do PSD Cartaxo, ainda assim acredita que, com alguma criatividade, poderá ser possível promover crescimento no Cartaxo.

António Costa da Silva, um dos melhores quadros nacionais na gestão de fundos comunitários, responsável pelo POR ALENTEJO 2020, apresentou as medidas e os modelos de financiamento. Uma intervenção muito técnica que prendeu a atenção da plateia e que motivou muito o debate.

Carlos Silva, secretário-geral da UGT, começou logo, como já o tinha feito Marcelo Rebelo de Sousa, por elogiar a organização da conferência, por permitir a abertura política que ele entende como fundamental. Disse aliás que os partidos, sobretudo a nível nacional também devem fazer este exercício de entendimento.

Na sua intervenção, evidenciou o orgulho que sente no facto da UGT ser o parceiro fundamental na concertação social. Falando da atividade da UGT, destacou a promoção que também ele faz das empresas, dos empresários, das suas boas práticas e que são casos de sucesso em Portugal.

José Manuel Fernandes lembrou que para além dos 25 mil milhões de euros que vêm para Portugal por via do acordo de parceria com o Estado português, há em Bruxelas, disponíveis para candidaturas, muito mais apoios em programas específicos, onde as empresas, também as autarquias, podem recorrer de forma direta. O responsável pelo Plano Juncker e pelo Orçamento da UE, explicou de que forma se poderá aceder a estes fundos.

O debate que se seguiu às intervenções foi muito participado. Foram colocadas questões muito práticas e concretas que motivaram as respostas do painel. Não fosse o avançado da hora, o debate poderia ter sido mais alongado. Todavia, perto das 20H30, o moderador Jorge Gaspar encerrou a conferência.

No final, a Comissão Política do PSD Cartaxo recebeu felicitações por esta organização. Sobretudo porque foi uma sessão aberta, onde estiveram presentes diferentes forças partidárias, mas em que todos se reconheceram na oportunidade do tema, e nas intervenções que foram feitas.

O PSD Cartaxo irá continuar com esta postura de abertura à comunidade, virado para as pessoas, procurando nas suas realizações contribuir para uma cidadania política ativa que, como neste evento se viu, não tem necessariamente de ser uma cidadania partidária.

@ Imagem e Comunicação – PSD Cartaxo

 
Homenagem a João Mota, na Ereira PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

IMG 7962

O PSD Cartaxo, tem ao longo da sua existência no concelho do Cartaxo contado com grandes autarcas, homens e mulheres que dando a cara pelo PSD, militantes ou independentes, abraçaram e continuam a abraçar a causa pública com desprendimento e sentido de missão.

Hoje, nesta assembleia, que o Sr. Presidente da Mesa decidiu realizar na Ereira, temos o privilégio de contar com muitos autarcas, e não tendo dúvida nenhuma que a sua postura honra o PSD, partido pelo qual foram eleitos, e a todos eu quero deixar, em nome da nossa Comissão Política, uma palavra de reconhecimento.

A vossa disponibilidade na intervenção política é representativa daquilo que queremos para o Cartaxo, das políticas e das boas práticas autárquicas que os nossos concidadãos merecem!

Esta Comissão Política, eu próprio na qualidade de presidente, queremos hoje reiterar a nossa disponibilidade em ajudar-vos no exercício das vossas funções, Seja por via da preparação das vossas intervenções nos órgãos onde foram eleitos, seja por via da formação que pretendemos promover, ouvindo as vossas sugestões e recomendações, por forma a que o bom nome do PSD do Cartaxo esteja no lugar cimeiro da cidadania política, afirmando-se, cada vez mais, como a alternativa governativa que este concelho precisa.

Hoje, e aproveitando o facto de estarmos aqui  na Ereira, entendemos que não poderíamos deixar de prestar uma singela homenagem aos autarcas, e personifica-la na pessoa de alguém que muito nos honrou, nos continua a honrar e certamente nos vai continuar a honrar nos desafios que temos pela frente, com a sua competência, humildade e correção. E falo, como todos já terão percebido do João Mota.

O nosso amigo João Mota foi presidente da Junta de Freguesia da Ereira no mandato anterior, entre 2009 e 2013. Atualmente, e unicamente por força das alterações administrativas que vieram extinguir esta freguesia, contra a vontade de todos nós, e que deram origem à União de Freguesias de Ereira e Lapa, o João Mota lidera, com a mesma competência, uma excelente equipa de autarcas na respectiva assembleia de freguesia.

E é notório, e devo sublinhá-lo, que a estima que granjeou na Ereira e que todos reconhecemos, também dela já vai disfrutando nesta União de Freguesias, nomeadamente nas gentes da Lapa. Este é o resultado do caminho que tem percorrido até aqui, que é dele e da sua equipa, e que certamente nos permite perspectivar sucesso para desafios futuros a que certamente corresponderá com a sua disponibilidade.

Caro João Mota,

Esta nova união de freguesias precisa de pessoas como tu e o PSD do Cartaxo orgulha-se de poder ter-te do nosso lado, tu és um dos nossos!

Nesta união de freguesias liderada pelo Partido Socialista, onde desde o início do mandato os seus autarcas se atropelam para reclamar o prémio da incompetência, os eleitos do PSD Cartaxo, tem tido um comportamento exemplar e à cabeça da equipa estás tu!

Nesta União de Freguesias há desafios para os quais todos contamos contigo e com os outros autarcas que constituem contigo uma verdadeira equipa:

-    É preciso gerir com rigor e diligência;
-    É preciso devolver a saúde financeira a esta autarquia;
-    É preciso recuperar as calçadas, embelezar com calçada portuguesa, manter o escoamento das águas, tratar da sinalética;
-    É preciso envolver de novo todo o movimento associativo;
-    Precisamos de voltar a ver nesta freguesia grandes eventos como o foram as comemorações do centenário da República que envolvem toda a comunidade;
-    É preciso voltar a comemorar o 25 de Abril e quem sabe voltar a homenagear os antigos combatentes;
-    É preciso dotar a freguesia dos meios que os fregueses precisam, quem sabe comprar outro veículo;
-    Precisamos todos de voltar aqui ao ímpar convívio que é a Festa Ribatejana;
-    É preciso voltar a levar os idosos a passear na quinta-feira da espiga, fazê-los pisar a praia no Verão;
-    Quem sabe não será preciso criar espaços de lazer, jardins? Ou, pelo menos, certamente será preciso mantê-los e permitir que se mantenham atrativos para os fregueses e para os visitantes desta união de freguesias;


Podia pensar em tanto mais, o que traduz as competências de uma junta de freguesia.  Mas o que eu quero sublinhar é que, ao contrário do que os teus sucessores demonstram, a tua experiência, e das tuas equipas, provou que tudo isto é possível!

Obrigado João! E na tua pessoa obrigado a todos os que te acompanharam e continuam a acompanhar.

Obrigado ao Alberto, à Ana, à Céu e a todos os que convosco colaboram.

Uma palavra final para uma pessoa que eu já não via há algum tempo, não por outra qualquer razão mas pelas circunstâncias normais da vida, mas a quem reconheço um papel absolutamente essencial no que para trás referi.  Pelo menos em alguns pontos, e posso recordar de imediato a Festa Ribatejana por exemplo, a assinatura não “Mota”, é antes “Manos Mota”! Meu caro amigo Paulo Mota, é um privilégio enorme também poder contar contigo!

E para ti hoje tenho uma missão especial, entregar ao João uma pequena lembrança da Comissão Política.

Obrigado a todos.  

(Discurso do Presidente da Comissão Política do PSD Cartaxo, José Augusto de Jesus - 13 de Março de 2015)

 
Assembleia de Secção do PSD Cartaxo - 13-03-2015 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA

SECÇÃO DO CARTAXO

Rua Serpa Pinto, Lt. 3 – 1º Dto.

2070- 116 Cartaxo

C O N V O C A T Ó R I A

 

Nos termos do art.º 54º dos Estatutos Nacionais do PSD, convoca-se a Assembleia de Secção do Cartaxo, para reunir no próximo dia 13 de Março de 2015 (sexta), pelas 21H30, no Salão Nobre da União de Freguesias de Ereira e Lapa, na Ereira (instalações da antiga Junta de Freguesia da Ereira), situada na Rua Dr. Lopes Batista, n.º 8, com a seguinteOrdem de Trabalhos:

Ponto UM:

Informações

Ponto DOIS:

Ratificação da deliberação sobre as Contas da Secção do ano de 2014

Ponto TRÊS:

Análise da situação política

Ponto QUATRO:

Outros assuntos de interesse para os militantes

 

Cartaxo, 2 de março de 2015

O Presidente da Mesa,

(Pedro Reis)

 

2015-03-04 convocatoria POVO LIVRE

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 6 de 24

ver cOMpOL

ver veread

ver AM

ver FREG

ver junte

 

Newsletter







April 2018
S M T W T F S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 1 2 3 4 5